Artigos

DICAS PARA VIVER MELHOR EM TEMPOS DE CONFINAMENTO

DICAS DO ATELIÊ DA LUZ PARA VIVER MELHOR EM TEMPOS DE CONFINAMENTO


       1. Volte sua atenção para o momento presente. Evite ficar pensando demais no futuro ou nas coisas que não pode fazer. Isso só te deixará disperso, impotente e frustrado. Se concentre no dia de hoje, crie intenções para ele e torne-o o melhor possível. 


       2. Crie rotina. Ritualize seu dia com um cronograma de atividades e horários previamente estabelecidos.  Comece trocando de roupa depois que acordar e siga a rotina de higiene, refeições, exercícios físicos, organização, limpeza, estudo, trabalho, comunicação e lazer. Desenvolva metas de aprendizados e leituras. Aproveite esse tempo em casa para arrumações de armários, guarda-roupas etc. É importante diversificar, equilibrando atividades físicas, cognitivas, lúdicas e afetivas. Cuidado para não ser excessivamente rígido ou flexível com seu planejamento, procure um caminho do meio e vá adaptando o ideal ao possível. 


       3. Olhe para cada restrição desse momento como uma oportunidade para aprender a lidar com limites e explore seu potencial criativo.      


       4. Cuidado com o excesso de informação, selecione um veículo confiável e filtre todo o resto. Você não precisa assistir ou ler muitos jornais, nem abrir todos os vídeos que receber no WhatsApp, tampouco repassar informações que não tem certeza da veracidade. 


       5. Faça chamadas e videoconferências com amigos e familiares. Se conecte afetivamente com as pessoas que são importantes na sua vida. 


       6. Se está convivendo o tempo todo com outras pessoas em casa, criem acordos de divisão de tarefas, momentos de interação e de individualidade.  


       7. Caso esteja precisando de acompanhamento psicológico, veja os serviços disponíveis.  Nós, profissionais do Ateliê da Luz, estamos disponibilizando o serviço de psicoterapia on-line. Se não estiver em condições financeiras de fazer uma psicoterapia, mas estiver sentindo essa necessidade, experimente criar um caderno para expressar ideias e sentimentos em palavras e imagens, isso já é bastante terapêutico.


       8. Tire um tempo para meditar. Basta parar um pouco e ficar presente no presente. Você pode exercitar se concentrar na observação da sua respiração, nas sensações do seu corpo, nas projeções da sua mente, sem julgar nada. Aprenda que você não precisa pensar qualquer pensamento que surgir na sua mente, se ele não lhe for útil, deixe-o passar e não vá junto com ele.  


       9. Agradeça! Ao final do seu dia, procure fazer um reconhecimento das coisas positivas que obteve e das transformações ou aprendizados que as negativas trouxeram. Foque e reverencie os ganhos e não as perdas. Para um bom aprendiz, tudo é lição! 


     10. Temos muito mais resiliência quando temos esperança, quando nosso sofrimento tem um sentido. Procure significar todo esse processo como oportunidade para aprender algo como ser humano, individual e coletivamente. 

*Esse texto foi elaborado com inspiração nos relatos de Frei Betto (preso durante a ditadura militar), Anne Frank (jovem judia que viveu escondida e confinada durante o holocausto) e Viktor Frankl (Psicólogo judeu, sobrevivente de campos de concentração).

Estamos juntos nesse desafio de reinventar a vida!

Carolina Seabra
Psicóloga Clínica (CRP 02/14446)
Fundadora do Ateliê da Luz 
 

Depoimentos

"Um espaço lindo e aconchegante, me fez crescer e florescer, enfrentar meus medos e entender melhor o quanto que a mente é poderosa, entender a força dos nossos pensamentos e como eles refletem na nossa rotina, no nosso ser social. O dia em que resolvi me abrir e falar das minhas fraquezas, foi o dia em que me permiti ser vista como eu realmente sou. Super recomendo."

Mariana Soares